Bem-vindos ao site do Focep!


 

Prev Next Page:

Mais incertezas nos recursos da ciência

Notícias 27-06-2022 Lilian Russo

Mais incertezas nos recursos da ciência

O mês de junho trouxe mais incertezas para a comunidade científica brasileira, que não sabe se poderá contar com os recursos que haviam sido garantidos para este ano. No dia 30 de maio, o governo publicou um decreto alterando sua programação orçamentária e financeira, bloqueando o repasse de R$ 8,239 bilhões para v&a...

Read more

No Dia Nacional do Diabetes, entenda impactos da doença sobre a visão

Notícias 26-06-2022 Lilian Russo

No Dia Nacional do Diabetes, entenda impactos da doença sobre a visão

Este domingo (26) marca o Dia Nacional do Diabetes. A data, criada em parceria entre o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS), serve para conscientizar os brasileiros sobre a doença, que afeta cerca de 15,7 milhões de pessoas no país, segundo dados da Federação Internacional de Diabetes (I...

Read more

Banco de Pendências elaborado pela CONEP

Notícias 24-06-2022 Lilian Russo

Banco de Pendências elaborado pela CONEP

O Banco de Pendências elaborado pela CONEP conta com informações sistematizadas e sugestões de construção de pendências sobre diversos temas éticos relacionados à análise de protocolos de pesquisa.Os textos que constam nesse manual são modelos de pendências que podem ser utilizados em sua integrali...

Read more

Instituto Atena busca voluntários para estudo clínico com cardiopatas

Notícias 23-06-2022 Lilian Russo

Instituto Atena busca voluntários para estudo clínico com cardiopatas

O Instituto Atena de Pesquisa Clínica iniciou nesta quarta-feira (22) um protocolo dirigido a pessoas com histórico de infarte e/ou que tenham sido submetidos a angioplastia. O medicamento em estudo é específico para doenças coronarianas, identificadas através de distúrbios em lipoproteínas.Com uma meta de 40 mil volunt&aa...

Read more

Pesquisadores da UFSCar testam programa de telerreabilitação para idosos com demência

Notícias 22-06-2022 Lilian Russo

Pesquisadores da UFSCar testam programa de telerreabilitação para idosos com demência

Testar um programa de telerreabilitação para idosos com demência e seus cuidadores – utilizando recursos tecnológicos de informação e comunicação para viabilizar intervenções a distância – é o objetivo de um projeto conduzido na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) por pe...

Read more

Dia Mundial de Conscientização sobre o Albinismo: entenda condição que causa efeitos na visão e na pele

albinismoCom o objetivo de promover o combate ao preconceito e a discriminação contra pessoas albinas, esta segunda-feira (13) marca o Dia Internacional da Conscientização sobre o Albinismo. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2014.
Especialistas explicam que o albinismo é uma condição genética hereditária, na qual os melanócitos, células responsáveis por

produzir melanina (pigmento que dá cor à pele), são incapazes de "funcionar" corretamente. Assim, há falta de pigmentação na pele, pelos, cabelos e olhos.
Albina e estudante de psicologia da Universidade de Brasília (UNB), Mayara Reis descobriu a condição logo cedo, ao apresentar nistagmo – movimento involuntário que pode fazer os olhos se mexerem, rapidamente, de um lado para outro –, além das características comuns da doença, como pele, cabelo e olhos muito claros.

Absolutamente tudo na minha vida passa pelo fato de eu ser albina, já que o albinismo não se trata apenas de uma cor de pele, e sim de uma série de características, principalmente ligadas aos olhos e à visão'', diz a universitária.

A pele no albino se apresenta branca, frágil e sensível ao sol. Isso porque a melanina confere proteção, e a escassez ou ausência da substância deixa a pele e os olhos vulneráveis. A falta de pigmentação pode ser classificada em:

Albinismo ocular: ausência total ou parcial de pigmentação dos olhos
Albinismo cutâneo: pouca ou nenhuma melanina na pele e/ou cabelos e pelos
Albinismo oculocutâneo: falta de pigmentação em olhos, pele, pelos e cabelos
Mayara lembra que já sofreu constrangimentos por conta das complicações provocadas pela condição genética.

''A principal causa de discriminação que já vivi foi por conta da baixa visão e da sensibilidade à luz. As pessoas não estão preparadas para lidar com a deficiência e, muitas delas, não compreendem que deficiência visual não se resume a pessoas completamente cegas'', diz a estudante.
Quais os cuidados que uma pessoa albina deve ter?
De acordo com a dermatologista Cristina Salaro, especialista no assunto pela Universidade de Brasília (UnB) e pela Harvard Medical School, albinos precisam ser acompanhados regularmente por um oftalmologista e por um dermatologista, para prevenir possíveis complicações. A médica recomenda:
Uso de chapéus ou acessórios que protejam a cabeça dos raios solares;
Uso de roupas que protejam bem a pele, como camisas de manga comprida;
Uso de óculos escuros, para proteger os olhos dos raios solares e para evitar a sensibilidade à luz;
Passar filtro solar de FPS 30 ou mais, antes de sair de casa e de se expor aos sol e aos raios solares
Fazer uso de suplemento de vitamina D, já que não é aconselhado que se exponham diretamente ao sol, e a vitamina D é importante para promover o bom funcionamento do sistema imunológico e a saúde dos ossos.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.