Bem-vindos ao site do Focep!


 

Prev Next Page:

CONEP e análise de protocolos relacionados a Covid-19

Notícias 08-04-2020 Lilian Russo

A Conep é a comissão do CNS responsável pela análise ética dos projetos de pesquisa envolvendo seres humanos. Normalmente, os processos tramitam por meio da ferramenta online Plataforma Brasil, direcionados inicialmente a um Comitê de Ética em Pesquisa (CEP), antes de ser encaminhado para a comissão nacional. Ao todo, s&at...

Read more

Plataforma brasileira acelera registro para estudos sobre Covid-19

Notícias 31-03-2020 Lilian Russo

Plataforma brasileira acelera registro para estudos sobre Covid-19

A Fundação Oswaldo Cruz lançou, no dia 24 de março, um processo de aprovação expressa no Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos (ReBEC) para pesquisa clínica sobre COVID-19. O chamado fast track poderá reduzir o prazo de aprovação normal, de até algumas semanas, para menos de 48 horas. Cientist...

Read more

Momento dos profissionais de pesquisa clínica

Notícias 26-03-2020 Lilian Russo

Momento dos profissionais de pesquisa clínica

Nunca os profissionais que atuam com a elaboração e condução de ensaiosclínicos foram tão necessários, no entanto, precisamos garantir queinvestigadores/pesquisadores responsáveis, monitores, coordenadores de estudos edemais envolvidos nesse processo, incluindo os serviços de suporte e seusprofissionais, conhe&ccedi...

Read more

Cientistas brasileiros estão desenvolvendo vacina contra novo coronavírus

Notícias 16-03-2020 Lilian Russo

Cientistas brasileiros estão desenvolvendo vacina contra novo coronavírus

Pesquisadores do Laboratório de Imunologia do Instituto do Coração (Incor) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP) estão desenvolvendo uma vacina contra o coronavírus da síndrome respiratória aguda grave, o Sars-CoV-2. Por meio de uma estratégia diferente das adotadas por indústrias far...

Read more

Comunicado SBPPC

Notícias 13-03-2020 Lilian Russo

ADIAMENTO DA SEMANA MUNICIPAL DE INFORMAÇÃO E DIVULGAÇÃO DA PESQUISA CLÍNICA E “XXI ENCONTRO NACIONAL DE PROFISSIONAIS EM PESQUISA CLINICA” DE 16 A 21 DE MARÇO A Sociedade Brasileira de Profissionais em Pesquisa Clínica (SBPPC) informa que, em virtude do cenário atual e avanço do COVID-19, a nossa...

Read more

OMS declara pandemia de coronavírus Destaque

coronaA Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou pandemia de Covid-19 nesta quarta (11). Casos, mortes e números de países atingidos devem aumentar, diz OMS sobre o Covid-19 nesta quarta (11).
"A descrição da situação como uma pandemia não altera a avaliação da OMS da ameaça representada por esse vírus. Isso não muda o que a OMS está fazendo nem o que os países devem fazer " - Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS


Também o diretor-executivo do programa de emergências da OMS, Michael Ryan, ressaltou que a declaração não significa que a OMS vá adotar novas recomendações no combate ao vírus.

"A declaração de uma pandemia não é como a de uma emergência internacional - é uma caracterização ou descrição de uma situação, não é uma mudança na situação. (...) "Não é hora para os países seguirem apenas para a mitigação"" - diretor-executivo do programa de emergências da OMS, Michael Ryan.
GUIA ILUSTRADO: sintomas, transmissão e prevenção
Coronavírus: veja perguntas e respostas
Mitigação é a estratégia de saúde pública que busca sobretudo cuidar dos doentes e públicos prioritários. Como afirmaram os diretores, a OMS ainda acredita que a contenção da circulação do vírus precisa ser buscada por todos os países e é apontada como pilar das ações.

"(Os países) devem fazer o máximo para evitar qualquer caso importado", disse Tedros.

Ryan também destacou que a OMS reconhece que há um risco a ser evitado com o uso da palavra: as pessoas não devem usar a declaração de pandemia como desculpas para desistir do combate e tentativas de conter a circulação do vírus.

"Se não tentar suprimir, pode sobrecarregar o sistema de saúde. Tem que haver esforços para frear a disseminação da infecção", disse Ryan.

Nesta tarde, ao chegar ao Congresso, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que a declaração de pandemia já era esperada e que ela não muda nada na prática. Ele retomou uma crítica que já tinha feito antes à OMS, afirmando que o órgão demorou para usar essa definição.

Perspectivas de novos casos
De acordo com a OMS, o número de casos, mortes e países afetados deve subir nos próximos dias e semanas. Nas últimas duas semanas, o número de casos fora da China aumentou 13 vezes e o número de países afetados triplicou.

"Pandemia não é uma palavra para ser usada de maneira leviana ou descuidada. É uma palavra que, se mal utilizada, pode causar medo irracional ou aceitação injustificada de que a luta acabou, levando a sofrimento e morte desnecessários" - Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS
De acordo com o mais recente balanço do órgão, há mais de 118 mil casos em 114 países e 4.291 pessoas morreram.

"Essa é uma crise que vai afetar todos os setores" - Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS
Foco de ação dos países
De acordo com Tedros, os países precisam preparar respostas em áreas chaves: detectar, proteger, tratar, reduzir a transmissão, inovar e aprender.

Perguntado pelos jornalistas se há recomendação para fechar escolas e fronteiras, o diretor-executivo do programa de emergências da OMS, Michael Ryan, avaliou que essas decisões têm sido tomada com base na avaliação de risco dos países.

De acordo com ele, países com número menor de casos não alcançarão grande impacto com medidas de isolamento social.

Fonte: G1
Por Lara Ribeiro

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.